Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário de Uma Prof.À Beira de Um Ataque de Nervos

Coisas da vidas dos profes. Empregados ou desempregados, contratados, efetivos,etc

Coisas da vidas dos profes. Empregados ou desempregados, contratados, efetivos,etc

Diário de Uma Prof.À Beira de Um Ataque de Nervos

23
Jun22

Colocações, Transportes e Pagamentos

Monicarminda

Como docente vivi muito e sofri ainda mais. Fui colocada sabe Deus onde, longe de tudo e todos, em aldeias e cidades. Por vezes tendo de ir a três escolas. Sim, o horário ditava que fosse a 3 escolas, todas longe umas das outras. Uma delas, a 30 minutos de outra.

Só quando arranjei um carro faz uns anos ficou mais fácil, mas como estou já numa escola só e sou do quadro já nem aquece ou arrefece, mas houve alturas...

Sabem o que é ter de ir a três escolas de aldeias diferentes e não ter carro? Os autocarros entre as aldeias só existirem às 8h, hora de almoço e às 18h??? Pois é e eu tive que passar por isso. Câmarários??? Deixem-me rir !!! Houve uma tipa que me disse:

" - Lamentamos mas, são só para os alunos. Os docentes têm que achar outra opção. Se não há carreiras, lamentamos. Desculpe, mas não podemos fazer nada! "

Tive que fazer acordos com taxistas para me irem levar e buscar. Tinha que pagar um balurdio! No fim de cada mês se queria comparticipação tinha que apresentar as faturas e... só davam 20 cêntimos por cada kilómetro. Compensa? Nem pensar! Não fosse pelo tempo de serviço, a ver se conseguia ficar mais perto de casa... tinha abandonado aquilo tudo!!!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub